Concordância Nominal

 

Concordância Nominal

Caso 01 – Vários Substantivos + Adjetivo

Ordem direta: Substantivo + Substantivo + Adjetivo. Na ordem direta, o adjetivo concorda com todos os substantivos.

Ordem inversa: Adjetivo + Substantivo + Substantivo. Na ordem inversa, o adjetivo concordará apenas com o substantivo mais próximo.

Exemplo:

Casa e carro novos. (ordem direta)

Casa e carro novo. (ordem direta)

 

Em uma prova do CESPE, ele perguntou se na ordem direta ele poderia concordar com os dois, e perguntou se o termo novo se referia aos dois itens. Se o Novo está concordando com o termo carro, então o único item novo que temos é o carro, a casa não seria nova.

 

Nova casa e carro. (ordem indireta)

 

Em uma prova do NCE, ele tentou fazer uma pegadinha exibindo dois substantivos e um adjetivo e perguntou se era possível que o adjetivo concordasse com os dois substantivos:

 

Respiração e circulação sanguínea

Respiração e circulação sanguíneas

 

Isso não é possível, pois não existe respiração sanguínea.

Caso 02 – Substantivo + Vários Adjetivos

O substantivo ficará no plural, Exceto nos casos que os adjetivos sejam precedidos por artigo.

Exemplo:

Arriou as bandeiras inglesa e francesa.

Arriou a bandeira inglesa e a francesa.

 

Na segunda frase, temos o termo bandeira sendo substituído pelo artigo a (a bandeira francesa).

 

Os jornais carioca e paulista.

O jornal carioca e o paulista.

 

Pois se tivéssemos no singular, e sem o artigo estaríamos dizendo que o jornal é carioca e paulista. O que em alguns casos é útil, porém estarei falando de um jornal:

 

O jornal vil e covarde.

Caso 03 – Ordinais + Substantivos

Se o ordinal vier antecipando o substantivo, o substantivo poderá ficar no singular ou plural. Se o Substantivo vier na ordem inversa, ele poderá vir apenas no plural.

Exemplo:

A primeira e terceira página.

A primeira e terceira páginas.

As páginas primeira e terceira.

 

A casa dele ocupa o sétimo e oitavo andar.

A casa dele ocupa o sétimo e oitavo andares.

A casa dele ocupa os andares sétimo e oitavo.

 

Os numerais podem ir para o plural em alguns casos:

 

Serão atendidos apenas os primeiros e segundos candidatos de cada fila.

Caso 04 – Um e Outro, Nem um Nem outro

O substantivo ficará no singular.

Exemplo:

Um e outro plano.

Nem um nem outro plano.

 

Agora, o que vier depois do substantivo, poderá vir no plural:

 

Um e outro plano interessantes.

Caso 05 – O mais…possível/os mais…possíveis

O substantivo possível concordará com o artigo.

Exemplo:

A equipe adotou a melhor medida possível.

As medidas são as mais inteligentes possíveis.

Caso 06 – Particípio + Substantivo

O particípio, gerúndio, infinitivo exercem também uma função nominal. O infinitivo pode atuar como substantivo (O correr do dia-a-dia). O gerúndio pode virar advérbio (). O particípio pode virar adjetivo ()

Quando o particípio atua como adjetivo, ele exerce concordância com o substantivo.

Exemplo:

Mantidas as apostas…

Vistas as ordens…

Dadas as informações…

 

Visto, dado, e salvo podem atuar também como conectores. Dado que, visto que (conectores de causa), salvo (conector concessivo). Quando eles atuam como conectores, eles são invariáveis:

 

O diretor mudou o curso dado que houve reclamações.

Caso 07 – Anexo, Bastante, Incluso, Leso, Mesmo, Próprio, Suficiente, Só

Essas expressões podem variar a depender da construção. Mas a princípio funcionam como expressões adjetivas ou pronomes. Elas podem ficar no singular ou plural a depender da palavra que esteja concordando.

Exemplo:

As fotos estão anexas ao e-mail.

As fotos estão em anexo ao e-mail. (Preposição o transforma em um advérbio, invariável).

 

A melhor forma é a mais econômica. Embora as duas estejam corretas. Mas “As fotos estão anexas” é mais concisa.

 

No churrasco, comemos bastantes carnes.

Estamos bastante felizes.

 

A mulher mesma quis conversar com o filho.

As mulheres mesmas quiseram conversar com o filho.

Caso 08 – Meio

A palavra meio pode indicar quantidade, podendo variar pois vira numeral. Porém, colocando do lado de um adjetivo ele se torna um advérbio se tornando invariável.

Exemplo:

Tomamos meia garrafa de vinho.

Tomamos meio gole de conhaque.

 

Estou meio satisfeita com o que me foi proposto. (advérbio)

Estamos meio satisfeitas com o que nos foi proposto. (advérbio)

É o mesmo que ocorrer com a palavra Alerta

Exemplo:

Os pais devem estar alerta. (advérbio de modo)

O pai deve estar alerta. (advérbio de modo)

Caso 09 – É bom, é necessário, é proibido.

São expressões invariáveis, até que venha precedida por um artigo.

Exemplo:

Romã é bom para garganta.

A Romã é boa para garganta.

 

É proibido entrada de menores.

É proibida a entrada de menores.

Caso 10 – Verbos Transobjetivos

Verbos transobjetivos são os verbos seguidos de predicativo. Na sua ocorrência, não interessa a posição do adjetivo quanto ao substantivo, se tiver mais de um substantivo, o adjetivo irá para o plural. Até mesmo, pois os substantivos serão precedidos por artigo.

Exemplo:

Consideramos difíceis a prova e a redação.

Consideramos a prova e a redação difíceis.

 

Julgaram impertinentes o comportamento e a fala dela.

Julgaram o comportamento e a fala dela impertinentes.

Caso 11 – Haja vista

É uma expressão invariável, e só pode ser usada no feminino – Não existe “Haja Visto”.


 

Bibliografia

Questões

·         Concordância Nominal e Verbal;


 

Resolução de Questões de Concursos Anteriores

Sergipe Gás – Todos os Cargos – 2013 – FCC

Mantém-se o respeito às normas de concordância verbal caso a forma do verbo grifado seja substituída pela que está entre parênteses ao final da frase:

 

a) Os governos e os parlamentos devem achar que … (deve)

 

b) … porque essa consciência nos torna mais fortes. (tornam)

 

c) … a astronomia é uma das ciências que custam mais caro … (custa)

 

d) E tudo isso para astros que […] jamais desempenharão qualquer papel nelas. (desempenhará)

 

e) … é isso que se precisa dizer. (precisam)

RESPOSTA: C

A expressão “uma das ciências que” aceita a dupla concordância, baseando-se na seguinte lógica: UMA das ciências que CUSTA (“uma” determina o singular) ou uma das CIÊNCIAS que CUSTAM (“ciências” determina o plural). Nas gramáticas aborda-se sempre a expressão UM DOS QUE como determinante de duas concordâncias.

Casa da Moeda – Analista da CMB – 2012 – CESGRANRIO

No que se refere ao fenômeno da concordância nominal,  no subtítulo do texto, o termo textuais também admite a forma singular.

 

O período em que, conforme a norma-padrão, o termo  destacado pode assumir tanto a forma singular quanto a plural é:

 

(A) Bastantes poemas foram lidos na aula.

(B) Custam caro os jornais de domingo.

(C) Vendem-se quadros e esculturas usados.

(D) Compramos livro e jornal velhos.

(E) Na estante, dicionário e livros jogados.

RESPOSTA: D

Na alternativa B, “caro” não será flexionado, pois é um advérbio e não se flexiona.

Falta analisar as outras alternativas


Publicado

em

,

por

Tags:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *