Levei a faculdade de computação “daquele jeito”. E agora? – Francisco Isidro

Levei a faculdade de computação "daquele jeito". E agora? - Francisco Isidro

Muitos profissionais hoje enfrentam dilemas que quase que literalmente “tiram o sono” da galera: como resolver um problema difícil? E quando o framework não resolve meu problema? E quando as minhas ferramentas se esgotam para deixar algum código mais eficiente?

Pois bem, hoje, se você, desenvolvedor, fez a sua faculdade de computação (seja Ciência, Sistemas ou Engenharia) meio que “nas coxas”, e não deu tanta importância para algumas matérias “chatas”, pode ter certeza: você vai se deparar com problemas que envolvem estas matérias. Quer exemplos? Já pensou sua vida sem Waze? E o que seria do Waze sem Teoria dos Grafos? Quer implementar sistemas web de forma eficiente? E as estruturas de dados? Vai usar o framework XYZW? E se ele não existisse, você seria capaz de criar um framework para você?

Vamos bater um papo descontraído para entender a importância que muitas vezes conceitos complexos, chatos ou mesmo incompreensíveis em um primeiro momento podem ser fundamentais para você poder dar o próximo passo na sua carreira.

Professor Isidro é professor (não diga!), pesquisador, palestrante, Game Developer e Gamer. Apaixonado por programação e retrogaming, trabalha incansavelmente para levar fundamentos para seus alunos poderem ser melhores programadores e melhores profissionais. Atuando com ensino de programação desde o início do século, acredita que só o conceito bem solidificado consegue salvar o profissional dos apuros do dia-a-dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *