Como criar um servidor web LEMP (Linux, NginX, MySQL, PHP) no Google Cloud (Google Compute Engine)

Este tutorial tem como o objetivo ensinar todos os passos para que o usuário possa criar seu servidor Web a um baixo custo na plataforma Google Cloud.

Ele não está completo e será incrementalmente desenvolvido. Envie suas dúvidas e sugestões para que possamos melhorá-lo.

Criando seu servidor web – Criar uma instância na Google Cloud Platform

Como o objetivo deste tutorial é apenas de ensinar como montar um servidor web básico para indíviduos que estão começando a utilização de servidores no Google Cloud, iremos escolher opções básicas e com o menor custo. Isto resultará em um custo aproximado de $ 5.00 dólares por mês.

Name

Selecione o o nome que irá identificar a sua instância. O nome precisa começar com uma letra minúscula seguida por até 63 letras minúsculas, números ou hífens, mas não pode terminar com um hífen.

Zona

Selecione a zona de acordo com a localização da maioria do seu público. Na maioria dos meus projetos, que são sites em português para o público brasileiro, eu seleciono a zona “southamerica-east1-a”. Neste caso, os computadores estão armazenados em São Paulo-SP. Se o seu site for em inglês, talvez a melhor escolha será a região “us-central1” cujos servidores estão localizados em Iowa, nos EUA.

Atenção: Algumas zonas não tem suporte ao uso de GPUs, uma destas são as zonas brasileiras. Então, caso você precise de delas, utilize outra zona.

Tipo de Máquina

Selecione o tipo de máquina mais adequado ao seu projeto. Caso esteja começando agora com um novo site ou aplicativo, utilize as mais baratas como a “micro” (0,6 GB de memória e um vCPU compartilhado) que tem um valor médio de $5.00 dólares por mês. Mas você tem diversas opções, mais caras, como a 64 vCPUs com até 57,6GB de memória que custa aproximadamente $1.800,00 dólares por mês.

Contêiner

Se você já configurou o sistema e gerou uma imagem (Docker). Você pode selecionar este campo.

Este recurso pode ser útil se você trabalha com múltiplos sistemas e não pretende configurar manualmente todas as máquinas. Ou se precisar trabalhar com balanceamento de carga.

Disco de Inicialização

Cada instância precisa de um disco de inicialização. Selecione uma imagem ou um instantâneo para criar um novo disco de inicialização ou anexe um disco já existente à instância.

Este campo será o momento da seleção do tamanho do HD de seu servidor e qual o sistema operacional. O Google Compute Engine permite a seleção de diversos SOs: Ubuntu, Debian, CentOS, Windows Server, Chromium OS, Red Hat Linux, etc.

Como não trabalho na área de infraestrutura, geralmente seleciono uma versão estável do Ubuntu pois tem mais tutoriais na Internet para resolver eventuais problemas.

Este campo também permite que se escolha o tipo de disco, um HD tradicional ou um SSD que é muito mais rápido (contudo custa um pouco mais).

Identidade e acesso à API

Deixe o valor original “Compute Engine default service account”. Este item é necessário por que algumas APIs do Google precisaram ser utilizados, como por exemplo na hora de configurar o DNS.

Selecione o “Escopo de acesso”: Permitir acesso padrão.

Firewall

Selecione a opção Permitir tráfego HTTP. HTTPS é apenas para servidores que exijam segurança como lojas virtuais, etc.

Para finalizar, clique no botão “criar”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *